quinta-feira, setembro 26, 2013

Pássaro que não voa mais

Terá melhor vida o pássaro que segue livre pela cidade que aquele que vive para o outro?
Chego a tocar a ampla liberdade que se sente em pleno vôo, livre e solitário quem sabe até satisfatório, mas nem sempre se segue só...não plenamente.
É preciso ser completo, senão sua incompletude só se redimirá na presença de um outro ser incompleto. De dois será feito um, mas até quando serão um só?
Há quem diga que na troca de sentimentos, emoções, experiências e tudo que uma relação completa envolve, se ganha mais que se perde...porém como não sentir que se perdeu no meio da solidão quando o outro se vai?
Não sei dizer porque se foi, não sei dizer se voltará...Mas sei que parei de voar, me recolhi, desaprendi, pois eu entendo que deveria ter aprendido com você. Hoje vejo minhas asas e não sei como chegar até o céu, nem sei como ainda as possuo. Sua presença era vida, era amor, era tudo que por muito tempo eu pedi aos céus...mas eu tinha uma incompletude maior que você...não soube merecer tamanha dádiva. Então entre o vôo livre do solitário pássaro e a vida do que vive acompanhado e feliz, estou eu ...observando minhas asas com os pés fixados no fundo desse poço observando ao longe que hoje você alcançou novos rumos, está feliz...seja feliz.
Vou encerrar minha vida de pássaro em terra pois só sei voar com você...prefiro voar com você...espero um dia poder voar novamente com você.

Viver. Novamente.

Sonhando com a morte

Sei que é um tema meio mórbido mas se refere a algo que tem acontecido com frequência, sonhar com a morte.
Não aquela figura que todos imaginam mas tenho sonhado me afogando, em incêndios, sempre próxima de pessoas que nunca mais encontrei, o que me faz acordar meio tensa.
Não deve ser por previsão de futuro, claro, mas quando não me sinto bem por muito tempo prefiro esconder, não preocupar ninguém, me isolo de tal forma que a morte atrai, pela frieza, beleza de solução, ágil e astuta me rouba horas de pesquisa das melhores formas de suicídio.
Acho que o tema está ficando pesado e eu só queria falar dos sonhos, então melhor parar aqui. Não estou muito bem...

bye.

terça-feira, setembro 10, 2013

Sinceramente

Olá,
Voltei mais cedo do que o esperado, mas apenas porque perdi meu celular, que droga u.u'.Acho que isso é bom por uma parte, pois tudo tem que ter um lado positivo, mas só atrasou o projeto Iphone no dia do meu aniversário :(.
Estou vencendo a luta contra meu desejo de stalkear meu ex, mas está ficando cada vez mais tenso...(...)Esse texto está me parecendo um muro das lamentações mas tudo bem, parece até que estou voltando ao início, quando eu escrevia tudo da minha vida; mas enfim preciso desabafar.Hoje conheci alguém que falou algo que ninguém, absolutamente ninguém nunca falou...pois tipo.. eu tenho um probleminha com hormônios , isso sempre foi muito chato, já sofri muito bulling na época de colégio por conta disso, mas quando você cresce as pessoas começam a pelo menos te respeitar,ou não.Mas um rapaz hoje, se utilizou de todos os meus defeitos para me irritar...gordurinhas, bulço, quis até esboçar um controle de mim, algo que odeio...quis me domar, mas como assim produção? Pois até minha mãe me chama de onça, como ele poderia estar fazendo aquilo, me chamando de amorzinho...querendo algum tipo de chance, enquanto eu estava tão paralisada por tudo que tinha escutado, tão magoada, que me controlava apenas para não chorar..de raiva, de ódio por ser assim, por ser o meu corpo, por ter alergia a TODAS as ceras frias, quentes e afins. Putz, velho. Ele não conseguiu entender, que eu não tive raiva dele, embora tivesse razão ao ter, tive raiva da minha condição, porque era a verdade. Sendo dita de forma lúdica, mas ainda assim eram verdades, que droga.Ele até perguntou se eu estava tão pensativa e não dava nenhuma resposta, por estar acostumada as pessoas perceberem minha chateação e me pedirem desculpas, e eu apenas respondi : eu não espero desculpas de ninguém.Ele nesta hora percebeu que me irritei e veio me abraçar, mas poxa vida...eu acabei lembrando do melhor abraço do mundo, o do Vida, encostando no peitoral de uma pessoa que tinha acabado comigo em poucos minutos de falas...sinceramente, não sei o que aconteceu, se a tática é "pise ela" e ela te amará, ou se é onda com a minha cara, porque não existe , ouvir tudo que ouvi e ficar calada...enfim. =/


#Chateada #ComSono