sexta-feira, dezembro 27, 2013

A distância não enfraquece

Falar da falta que você me faz me traz lágrimas, mas não consigo chorar pois a lembrança da tua presença me faz sorrir *_*...
As vezes a saudade aperta e sinto falta de uma camisa tua pra dormir agarradinha, sentindo teu cheiro.
Saio de casa sem você e é como se estivesse caminhando com apenas um dos sapatos, observo o céu e caramba ! O azul está pela metade, como não percebem que o meu brilho já não é mais  o mesmo sem ti?!
Você está dentro da minha mente e a cada dia me sinto mais ligada a ti, prevendo seus passos, pensamentos, momentos...até seu jeitinho eu sei ditar pelo telefone( Mô para de apertar o olhinho kkkk). 
Se existem sonhos entre nós dois, é como se você me desse a certeza de que eles seriam realizados...não sei como você me faz isso, sendo tão integro!
Nós não amamos pela metade, nos perdemos pensando no rosto um do outro, perdoamos todo e qualquer passado para sermos um do outro e só!
Você me permitiu ser sua, verdadeira e única!
Poxa se eu sou sua e estou em seu pensamento e te faço perder o eixo ao sussurrar teu nome, por isso eu tenho certeza que seguiremos pelos mesmos caminhos por um longo tempo.
A distância existe a cada dia, mas um dia eu vou dormir no teu abraço, bagunçar teus cabelos ao acordar e dizer que o café está pronto, para que você me cubra de cheirinhos e me diga o quanto sou especial, portanto essa bendita distância não vai diminuir nosso sentimento, no máximo vai aumentar minha manha...e eu serei sua Leoa manhosa nas próximas manhãs...tardes e noites.
Não sou perfeita, tenha certeza disso...e por mais que você me faça feliz, não me iludo que és perfeito...somos um casal apaixonado e que sabe o que quer...é mais que um sobrenome, mais que um amor, mais que um amigo, mais que uma aliança, é uma dádiva Divina!

Nada vai destruir esse amor, meu Príncipe!

quinta-feira, novembro 28, 2013

A Vida perto de um Pequeno Príncipe

Putz, é complexo começar um texto assim mas quero jogar tudo que passa na minha cabeça em algum lugar. Sei que aqui posso fazer isso, ainda que hajam alguns erros de gramática ou concordância, sei lá.
Tô confusa com relação a vida, pois uma hora eu me sinto alegre pelos momentos vividos, numa outra hora me sinto sem chão pois não há nada de fato que justifique esse sentimento...eu sei quem eu sou, o que faço e o que penso que provoco nas pessoas.
Mas será que minhas visões estão corretas?
Vejo gente que se fecha e eu não sei porque, mas estranha seria a vida, se a gente soubesse tudo que se passa na vida dos outros, tentando entender o que primitivamente não compreendemos.
Eu não consigo compreender tudo que se passa na minha vida, então....como vou entender a vida dos outros?
Eu queria que as coisas fossem mais fáceis, que as verdades fossem o carro chefe de todos, mas eu que sempre fui tão confiante me pego desconfiando do que está a minha volta, será que fiz algo que não gostaram, ou estou prestes a me machucar e simplesmente não querem me dizer para que eu aprenda errando?
Eu não sei a quem recorrer ou a quem dizer tudo isto e pouco me importa que estou disponibilizando num meio como este, mas as vezes a explosão de palavras sai dos meus dedos mais rápido do que eu possa raciocinar.
Tem som de desespero a batida do meu coração se tudo está bem e você talvez não esteja aqui...sim você.
É complicado analisar a vida quando se está apaixonada.
Hã? Pera...era pra falar de vida, era pra desabafar e você ainda me vem com essa, juliana?
Pois é...não há nada complicado que não possa complicar um pouco mais.
Em dois dias será meu aniversário, data que talvez faça algumas pessoas lembrarem de mim, outras fazerem questão de demonstrar que me esqueceram, outras de reafirmar a amizade...outras que me façam chorar pela vontade de que estivessem próximas, algumas pessoas vão me deixar sem palavras, outras vão me fazer lembrar que eu sou importante....mas aquela que me fará ver quem sou eu me perguntará antes de dormir...depois de todas essas pessoas...de que vale tudo isso sem um amor?
Eu tentei fugir,me esconder, ignorar o amor por um bom tempo...pois minhas experiências com ele sempre terminaram em dor... não sei como será dessa vez...se será ou não...eu não sei de nada...o que me preenche de medo e mesmo sem saber de nada eu me sinto bem só pelo pré-sentimento de que sinto vida pulsando em meu peito.

É algo muito intenso, complicado mas intenso!
Eu respiro e não está cabendo em mim,eu penso e este pensamento não tem fim, eu te sinto e é como se estivesse sempre aqui...meu  peito acelera e eu não sei mais o que dizer pois já me encontro dentro dos seus olhos..e aqui dentro é tão lindo que o silêncio me congela nesse frenesi.....
Eu não tenho medo do que cada palavra possa causar, tenho medo de continuar a me sufocar.

segunda-feira, novembro 04, 2013

O nosso limite : Timidez

Timidez...nem sempre é sinônimo de silêncio, mas às vezes existe a falta do olho no olho, falta de sinceridade e/ou verdade, em momentos delicados e decisivos.
Há de se entender que cada escolha promove uma consequência no mínimo, e quem sabe até uma série delas.
Não posso dizer que não compreendo, pois também tenho meus lapsos de timidez, mas isso não impede que eu responda a questionamentos alheios, sobre o que senti ou pensei. Desde cedo em conversas com uma psicóloga aprendi que não devemos ter medo de expor nossas opniões, pois falar evita a frustração futura de não ter sido escutado, ou possivelmente nos tornar mais seguros de alguma forma, pois não paramos de pensar frente a situações que aguçam nossa timidez, apenas nos retraimos. Este é o comportamento mais complicado, o de esconder nossa sabedoria, nossas palavras, ainda que pequenas, ainda que pausadas, ainda que diferentes ou surpreendentes.
Aprendi que se ganha mais com a coragem de enfrentar os medos, que com a covardia de se limitar. Pois na maioria das vezes você se torna seu próprio limite.
Toda essa conversa deve inspirar seus questionamentos sobre o que me aconteceu, quem eu conheci, onde encontrei esta timidez...mas acreditem, basta ver o outro para fazer um paralelo e notar que dentro de você existe um pouco dele.

Fico por aqui, com estas palavras bobas de uma discussão que posso julgar inútil, afinal timidez é timidez e se hoje eu escrevo aqui é porque penso e não consigo falar, pelo menos não na modalidade oral.

terça-feira, outubro 15, 2013

Segredos uivantes

Todo mundo tem segredos que esconde até de si mesmo para evitar qualquer sofrimento...
Os segredos que envolvem mais de uma pessoa emocionalmente próximas tornam tudo ainda mais complicado, quando envolvem justiça, dignidade, intimidade...é.
Prefiro não dissertar mais sobre o assunto a dor reapareceu durante a abordagem a um livro que me indicaram. Acabei tendo pesadelos com tudo o que aconteceu que me tiraram completamente o sono e abalaram minha paz de espírito, alcançada em uma bela manhã de segunda-feira a luz do sol e barulho das ondas. Certamente eu teria enlouquecido sem aquele dia na minha semana... Nunca julguei alguém tão necessário.. <3 nbsp="" p="">

terça-feira, outubro 08, 2013

Você deveria saber..

Há dias em que não se sabe o que dizer ou falar, responder quem sabe...
Não me pergunta se tá fazendo bem ou mal... nunca me fará mal ouvir a voz de quem amei por 3 anos...
Não é fácil rasgar um retrato e guardar tudo na memória...pensar e ouvir todo dia sua voz me ligando pra dizer como foi o teu dia...entender que eu esqueci de consultar o coração quando decidi o fim...
Se a nossa história não fosse nada, seria fácil...mas é difícil pensar num altar e não te ver lá.
Sei que não faz nenhum sentido desabafar aqui e você ler e pensar que eu poderia ter evitado toda essa dor...mas a consciência chegou tarde.
Eu tava acostumada a chamar de vida, de repente você se esqueceu de mim mas lembrou do meu pai, da minha mãe ...irmão...
Vejo meus presentes lindos, me lembro de tudo, nada é só meu, foi um tesouro construído e mesmo assim você foi capaz de me esquecer....por culpa minha eu sei.
Quer saber...se não houvesse esperança você não manteria a porta aberta....
É... complicado....a porta já está fechada mesmo comigo do outro lado sentadinha nutrindo alguma esperança.
Eu sou complicada?
Quando eu não fui complicada?
Doeu mais que me afastar para seu bem, ver outro bem ser teu bem, teu mal..teu amor, tua vida.
E a minha vida?

Foda-se, afinal foi o que eu escolhi. ( Você é a lição que o mundo quis me dar!)
"Tô aprendendo a viver sem você"

Foda! Muito FODA escrever e chorar sempre!

Agora eu sei o que é viver...por enquanto só existo.

quinta-feira, outubro 03, 2013

Aos verdadeiros

Nesses dias tenho presenciado algo novo que não desejo me desfazer por nada, pois é uma amizade que me abre portas e me aproxima do céu. Um riso inocente que me faz querer que isso nunca tenha fim, não quero que seja imutável mas que nada a abale.
Fazia tempo que algo me acalmava tanto quanto um breve momento...
Não há guerras no meu interior, é como se eu fosse salva de qualquer tempestade antes mesmo que ela se iniciasse.
Não sou de admitir tanta admiração pois tenho medo de possíveis decepções, mas ultimamente tem sido tão bom ter amigos para confiar que estou me assumindo completamente sagitariana, amigos valem mais que tudo <3 .="" p="">As vezes me pego parada, pensando no jeitinho de cada um, até começar a rir e pensar no que seria de mim sem eles, mas regresso a minha mente e posso enxergar que certamente eu estaria onde estou, mas não tão feliz quanto eles me fazem.
Que tudo que vem pela frente nos faça bem, nos revigore e fortaleça nossa amizade. Já os quero pra sempre... <3 p=""> 

quinta-feira, setembro 26, 2013

Pássaro que não voa mais

Terá melhor vida o pássaro que segue livre pela cidade que aquele que vive para o outro?
Chego a tocar a ampla liberdade que se sente em pleno vôo, livre e solitário quem sabe até satisfatório, mas nem sempre se segue só...não plenamente.
É preciso ser completo, senão sua incompletude só se redimirá na presença de um outro ser incompleto. De dois será feito um, mas até quando serão um só?
Há quem diga que na troca de sentimentos, emoções, experiências e tudo que uma relação completa envolve, se ganha mais que se perde...porém como não sentir que se perdeu no meio da solidão quando o outro se vai?
Não sei dizer porque se foi, não sei dizer se voltará...Mas sei que parei de voar, me recolhi, desaprendi, pois eu entendo que deveria ter aprendido com você. Hoje vejo minhas asas e não sei como chegar até o céu, nem sei como ainda as possuo. Sua presença era vida, era amor, era tudo que por muito tempo eu pedi aos céus...mas eu tinha uma incompletude maior que você...não soube merecer tamanha dádiva. Então entre o vôo livre do solitário pássaro e a vida do que vive acompanhado e feliz, estou eu ...observando minhas asas com os pés fixados no fundo desse poço observando ao longe que hoje você alcançou novos rumos, está feliz...seja feliz.
Vou encerrar minha vida de pássaro em terra pois só sei voar com você...prefiro voar com você...espero um dia poder voar novamente com você.

Viver. Novamente.

Sonhando com a morte

Sei que é um tema meio mórbido mas se refere a algo que tem acontecido com frequência, sonhar com a morte.
Não aquela figura que todos imaginam mas tenho sonhado me afogando, em incêndios, sempre próxima de pessoas que nunca mais encontrei, o que me faz acordar meio tensa.
Não deve ser por previsão de futuro, claro, mas quando não me sinto bem por muito tempo prefiro esconder, não preocupar ninguém, me isolo de tal forma que a morte atrai, pela frieza, beleza de solução, ágil e astuta me rouba horas de pesquisa das melhores formas de suicídio.
Acho que o tema está ficando pesado e eu só queria falar dos sonhos, então melhor parar aqui. Não estou muito bem...

bye.

terça-feira, setembro 10, 2013

Sinceramente

Olá,
Voltei mais cedo do que o esperado, mas apenas porque perdi meu celular, que droga u.u'.Acho que isso é bom por uma parte, pois tudo tem que ter um lado positivo, mas só atrasou o projeto Iphone no dia do meu aniversário :(.
Estou vencendo a luta contra meu desejo de stalkear meu ex, mas está ficando cada vez mais tenso...(...)Esse texto está me parecendo um muro das lamentações mas tudo bem, parece até que estou voltando ao início, quando eu escrevia tudo da minha vida; mas enfim preciso desabafar.Hoje conheci alguém que falou algo que ninguém, absolutamente ninguém nunca falou...pois tipo.. eu tenho um probleminha com hormônios , isso sempre foi muito chato, já sofri muito bulling na época de colégio por conta disso, mas quando você cresce as pessoas começam a pelo menos te respeitar,ou não.Mas um rapaz hoje, se utilizou de todos os meus defeitos para me irritar...gordurinhas, bulço, quis até esboçar um controle de mim, algo que odeio...quis me domar, mas como assim produção? Pois até minha mãe me chama de onça, como ele poderia estar fazendo aquilo, me chamando de amorzinho...querendo algum tipo de chance, enquanto eu estava tão paralisada por tudo que tinha escutado, tão magoada, que me controlava apenas para não chorar..de raiva, de ódio por ser assim, por ser o meu corpo, por ter alergia a TODAS as ceras frias, quentes e afins. Putz, velho. Ele não conseguiu entender, que eu não tive raiva dele, embora tivesse razão ao ter, tive raiva da minha condição, porque era a verdade. Sendo dita de forma lúdica, mas ainda assim eram verdades, que droga.Ele até perguntou se eu estava tão pensativa e não dava nenhuma resposta, por estar acostumada as pessoas perceberem minha chateação e me pedirem desculpas, e eu apenas respondi : eu não espero desculpas de ninguém.Ele nesta hora percebeu que me irritei e veio me abraçar, mas poxa vida...eu acabei lembrando do melhor abraço do mundo, o do Vida, encostando no peitoral de uma pessoa que tinha acabado comigo em poucos minutos de falas...sinceramente, não sei o que aconteceu, se a tática é "pise ela" e ela te amará, ou se é onda com a minha cara, porque não existe , ouvir tudo que ouvi e ficar calada...enfim. =/


#Chateada #ComSono

quinta-feira, agosto 22, 2013

Dias de Chuva

Não me orgulho de ter abandonado o blog a algum tempo, foram grandes mudanças.
Fim do namoro de 3 anos, momentos bem complicados, perda de amigas próximas que foram para outras instituições.
Enfim, são dias bem diferentes.
Tenho me sentido sozinha, por mais que esteja meio que "rodeada", mas não adianta me afundar em atividades e manter a alma petrificada num lugar onde eu ainda queria estar.
Às vezes me pego pensando na textura da pele do "vida", em como eu desenhava os contornos do seu rosto enquanto lhe prometia que sempre estaria ali.
Tenho tido uns momentos de raiva, explodido com quem não devo...enfim.
Estou me tornando um porre, além de ter perdido muitas das minhas inspirações pois eu simplesmente parei de ler meus livros e consumir meus romances literários britânicos.
Me inscrevi num curso de inglês, mas nem sei como vai rolar, parei com o pensamento de me matar e foquei na minha vida, tentando resolver tudo que está pendente, tô tentando me focar no que estou travada.
Queria TANTO ser mais, fazer mais, mas tenho meus limites.
Queria abandonar a engenharia, fazer o Letras - LIBRAS, ou qualquer coisa QUE MUDASSE LITERALMENTE MEUS DIAS.

Tem sido dias de chuva literalmente, mas como eu sempre faço, não deixo ninguém saber, ninguém perceber e como meu ex dizia, mais fácil você contar para o mundo o que você sente do que me contar.
Então aqui estou eu desabafando....

Entre pedidos de namoro, de casamento, declarações afetuosas de amigo, só eu não entendo porque estou assim...

=/








querendo gritar socorro para o Mundiiiiiinho aí fora, porque aqui dentro são dias de CHUVA.

sexta-feira, abril 12, 2013

Por mais mil anos




Tenho um coração tão bipolar, tão meu, tão teu, tão triste e tão alegre, ele é decepcionante e ao mesmo tempo dá tantas esperanças.
Vejo em sua face a decepção que causei e sei que foi por uma frase minha, não posso mais 'fingir' que não está doendo.
Por que penso todos os dias em tudo que nós vivemos, você é perfeito demais e eu vou lembrar disso para o resto da minha vida.
O tempo não vai parar e isso me faz lembrar que me resta cada dia menos tempo pra te reconquistar e conquistar o seu perdão, para mim está sendo tão difícil por que sei que a esta hora você pode estar sendo perfeito para outra pessoa e isso me mata cada vez um pouco mais e vai me matar pouco a pouco enquanto não te tenho aqui.


Ainda há esperança, meu coração me diz que você ainda me quer, que você ainda me ama e vai amar por mais mil anos.


sábado, março 23, 2013

Restos



Restos. Foi tudo o que você sempre me ofereceu. 
O que sobrava do carinho e atenção que você distribuía só pra mostrar que tem bom coração. Eu, claro, me fazia de feliz porque queria te ver satisfeita consigo mesmo. Mas chega uma hora, que a gente cansa de ser reserva. Inclusive não deveria te surpreender que eu tenha acordado numa dessas manhãs quaisquer e vomitado os restos entalados. 
Ninguém tem sangue de barata pra juntar os restos e ser feliz por completo. Você era mais veneno do que cura, como sangue pulsando num hematoma, você machucava. Repito: você não deveria se surpreender, simplesmente porque demorei pra me livrar das suas rédeas, como teia de aranha grudada no cabelo. 
Eu te dei amor e você me retribuía com minutos de atenção. Não era equivalente. E, não foi suficiente pra manter minha esperança viva. Ela morreu antes. 
Agora não me venha dizendo que eu era especial, porque disso eu sabia, sempre soube. Pena que, por capricho seu, como qualquer outra coisa que se tem fácil, você não conseguiu calcular o valor, o significado da conquista. Já doeu muito saber disso. Agora já não faz mais diferença. E quem saiu perdendo não fui eu.










































































Não dá pra juntar restos e ser feliz por completo - Leonardo Nomura.

segunda-feira, fevereiro 18, 2013

50 tons de cinza

Devorando o livro como uma louca, li o 50 tons de cinza em 5 horas e o 50 tons mais escuros em um mês.

Por que demorei tanto tempo?

Por que eu sei que no 50 tons de liberdade acaba, e eu não quero me despedir do Cristhian Grey Completamente Fantástico, CEO nem tão cedo!


Ameiii demais!


Recomendo!

sexta-feira, janeiro 25, 2013

Adele - Someone Like You(em LIBRAS)






Chorei muito assisitndo esse vídeo!  Está traduzido para Libras portuguÊs! Vou fazer um qualquer dia desses.

quinta-feira, janeiro 03, 2013

Pequena síntese de Amor

"Não consigo mais pensar em nada, quando eu notei já era amor e eu não imaginava" Jorge e Mateus de sempre..



Meu coração vive nessa tempestade, sem data pra se encerrar, só peço a Deus que me ajude a ser firme, a tentar permanecer no caminho certo, pois não tá sendo fácil.
Para o ano de 2013 eu só peço a Deus pra ter menos desejos de morte, pra conseguir realizar um sonho pessoal e inconfessável, quero minhas pílulas de felicidade de volta, as tomei por 11 dias e até hoje minha mente é cheia de lembranças, meu ar, minha respiração, meu olhar, minha cama, minhas mãos, não sei definir o que há mais dentro de mim.
Metade de mim é amor, a outra metade também, e nesse caminho ainda me encontro perdida, caindo no abismo que não dá pra voltar, sofrendo com um certo silêncio, a vida poderia ser mais simples, poderia ser mais tranquila, sem tantas loucuras, sem tantas amarras, não gosto de criar expectativas com o futuro, principalmente envolvendo a vida de alguém, pois sou complicada e sensível a promessas, palavras, ou algo do tipo.
Não gostaria de decepcionar pessoas, ou machucar corações, mas quando seu coração é uma pedra de gelo no meio do ártico , essas coisas não fazem muita diferença.
A chave do baú que guardava meu coração, foi utilizada para resgatá-lo por um pequeno tempo, o tempo de tempestade e lágrimas no meu antigo reino, meu refúgio era o peito de meu algoz, agora escrava de um certo lord, amaldiçoada por um sentimento que dói, que machuca, que aprisiona e só me destrói, tenho medo do que possa acontecer, mas nada que aconteça vai tirá-lo de mim, pois já tenho tentado de todas as formas e quanto mais se tenta afastar, mais se aproxima, o choro é inevitável, não há resposta, só quadros de uma virada de ano que deve realmente ter sido muito louca, pois meus olhos lá no fundo só desejavam algo..impossível.

Sem saber que era impossível, foi lá e fez.

Essa frase define My Lord, que sem saber que era impossível , chegou até mim e inseriu amor em minha vida...sorrateiro como palavras necessárias a um solitário naufrágo, a voz de alguém que não seja ele mesmo, aprendi muito, me senti repleta, e ganhei um sonho eterno.
Certo dia me perguntaram o quanto eu acreditava no meu sentimento, mesmo sabendo que poderia não acontecer nada, e eu disse que sentir já valia a pena, só observar já valia a pena, mesmo que fosse em um outro reino, eu ouviria falar que havia felicidade e isso me faria bem.

Ainda não consigo ouvir dizer que há felicidade nesse reino sem chorar, sem ter crises nervosas, sem desejar que minhas lágrimas sequem para que eu finalmente pare de chorar.
Às vezes o sofrimento que as pessoas te causam, deixam uma marca difícil de tirar ...eu sei, mas você as vezes reproduz isso de forma ainda melhor nos outros que se aproximam tentando te curar.

Se fecho os olhos vivo, se abro os olhos sinto, e se tento me refugiar num misto de loucura, silêncio, e renúncia, ainda assim estás ali.